Domingo, 14 de Setembro, 2008

Pensas que eu sou um caso isolado
Não sou o único a olhar o céu
A ver os sonhos partirem
À espera que algo aconteça
A despejar a minha raiva
A viver as emoções
A desejar o que não tive
Agarrado ás tentações

E quando as nuvens partirem
O céu azul brilhará
E quando as trevas abrirem
Vais ver, o sol brilhará
Vais ver, o sol brilhará

Não, não sou o único
Não, sou o único a olhar o céu
Não, não sou o único
Não, sou o único a olhar o céu

Pensas que eu sou um caso isolado
Não sou o único a olhar o céu
A ouvir os conselhos dos outros
E sempre a cair nos buracos
A desejar o que não tive
Agarrado ao que não tenho
Não, não sou o único
Não sou o único a olhar o céu

E quando as nuvens partirem


O céu azul ficará


E quando as trevas abrirem


Vais ver, o sol brilhará


Vais ver, o sol brilhará

sinto-me: A espera do céu azul
música: Resistência - Não Sou o Único
publicado por Passinhas às 11:37

Quinta-feira, 11 de Setembro, 2008

Quinta-feira, começou o fim de semana aqui na Argélia, aqui descansamos a 5ª e 6ª feira, até nisso a Argélia é diferente do resto do mundo.

Agora vou aproveitar o meu fim de semana, que deve ser espectacular, uma ida ao mercado local para comprar peixe, carne e legumes, um passeio pela cidade e claro aproveitar o tempo para descansar a ver Tv ou a ouvir música, pois não se faz mais nada nesta terra.

Quero aproveitar para agradecer os ultimos comentarios, e parece mentira mas segundo o Google Analytics nos  ultimos 8 dias tive 72 visitantes aqui no Blog, desde já o meu obrigado a todos os que passaram por aqui.

Fiquem bem !! Eu volto no sabado !

 

 

sinto-me: como deus quer
publicado por Passinhas às 11:17

Quarta-feira, 10 de Setembro, 2008

Hoje é daqueles dias sem inspiração, não tenho vontade nem de escrever, acabei de fazer 400 kms,  4 horas de viagem, 4 horas com um volante na mão e 8 olhos bem abertos, sim 8 olhos, pois aqui tem que ser, basta um mínimo descuido e temos um acidente. Em 400 kms encontra-se de tudo, manadas de vacas na auto-estrada, bicicletas, pessoas a pé, burros, carroças, veículos de toda a espécie em contra mão, barreiras policiais consecutivas e o maior dos perigos os Táxis Colectivos.

Os táxis colectivos por norma são carinhas Peugeot 504 com mais de 20 anos , mais e bem mais, algumas mais velhas do que eu. São táxis, que vão completamente cheios, de pessoas, animais , bagagem  e que não sabem andar devagar, fazem ultrapassagens nos sítios mais perigosos e como é normal todos os dias se vêem vários acidentes com os referidos táxis.

Vou descansar... continuo depois..

publicado por Passinhas às 14:00

Terça-feira, 09 de Setembro, 2008

Desisto de ti.

Desisto de lutar por uma reconciliação, desisto de  lutar pelo nosso amor,  não , não deixei de gostar de ti , não deixei de te amar, pois isso não se faz com um click, é preciso tempo muito tempo... mesmo assim não sei se o conseguirei. Mas tomei a decisão depois da nossa conversa de ontem.   DESISTO !!!

Desistir não quer dizer que perdi, desisto porque quero ganhar.

Ganhar a tua amizade, para o nosso bem, para o bem dos nossos filhos.

Pois estaremos toda a vida ligados, por recordações boas e más e principalmente pelo nosso filho . E a melhor maneira de gerir isto tudo é com amizade e confiança  sei que vamos ter fases más, que iremos discutir, mas no fundo penso que com amizade poderemos superar todos os problemas.

Estarei sempre a tua disposição como amigo, como pai, como confidente, estarei sempre presente, desde que queiras, para te acompanhar, nos momentos  bons e maus que a vida nos reserva.

Este é o ultimo post que escrevo sobre nós, sobre os meus sentimentos, não desisto do blog, ficarei muito contente com as tuas visitas regulares aqui no blog e também com os teus comentários.

Estarei sempre de braços abertos para ti, para te receber com amor, para desabafares, ou simplesmente para chorares no meu ombro.

Adeus minha Esposa ...

sinto-me: Cansado, triste, muito triste
publicado por Passinhas às 11:23

Segunda-feira, 08 de Setembro, 2008

Ás vezes as palavras só atrapalham.

A Bíblia diz em Jó 2:13 “E ficaram sentados com ele na terra sete dias e sete noites; e nenhum deles lhe dizia palavra alguma, pois viam que a dor era muito grande.

sinto-me: cansado mas com esperanças
publicado por Passinhas às 14:04

Domingo, 07 de Setembro, 2008

Ouve-se o dia a nascer
Da janela do meu lar
Sente-se a brisa a bater
E a cidade a acordar

Mas o jogo não acabou
Ainda mal começou
Com tanto para enfrentar
E mil dados para jogar

Sinto dor no teu olhar
Mas ainda tens que acreditar
Que nem sempre se pode vencer
Mas que se pode sempre ganhar

E a fé tens de a manter
Mesmo que tudo esteja a falhar
Porque se ela desaparecer
Então não sei
Então não sei

Mas o jogo não acabou
Ainda mal começou
Com tanto para enfrentar
E mil dados para jogar

(Letra dos Xutos)

sinto-me: Com esperanças..
publicado por Passinhas às 10:27

Sábado, 06 de Setembro, 2008

Ontem quinta-feira, vi uma luz ao fundo do túnel, uma luz bem longe que me deu esperanças, que me fez passar bem o dia, que me fez sonhar... Mas com o cair da noite essa luz desapareceu, o túnel voltou a ruir e entre nós ficou novamente um amontoado de pedras, pedras grandes e difíceis de tirar...

Estou mal e sem forças, parte de mim luta com força, tenta afastar as pedras do nosso caminho, outra parte diz para eu desistir.

Estou confuso, baralhado, sem forças para pensar... Eu sei que te amo, que preciso de ti, preciso que voltemos a ser uma família, tenho certeza disso, como tenho a certeza que no fundo tu ainda me amas, que ainda precisas de mim.

Estou numa guerra, em que estou a lutar sozinho, tenho tudo e todos contra mim, ninguém me ajuda, parece que todos estão contentes com a nossa separação.

Já os vencemos uma vez ou várias, casamos e fomos felizes sem ajuda de ninguém, tivemos os nossos problemas e juntos os resolvemos, verdade que passamos noites sem dormir mas vencemos tudo com o nosso amor e união,  lutamos sempre pelo melhor dos nossos filhos, sempre sem ajuda de ninguém, nunca ninguém nos deu apoio, tivemos os nossos sonhos, os nossos projectos que falharam mas sempre tivemos unidos, por isso ganhamos todas as batalhas.

Mas agora nesta batalha não estamos unidos, cada um luta para seu lado, nunca foi assim, precisamos de lutar juntos, de estar unidos. Sabemos onde está o problema e a causa do problema, esta batalha é fácil de vencer, é uma batalha que vai deixar marcas, que vão levar muito tempo a desaparecer, mas o nosso amor é grande capaz de superar tudo e todos precisamos de estar unidos.

Só assim vamos vencer, o nosso amor precisa de vencer temos uma vida a nossa frente, os nossos filhos precisam de nós.

 

 

Estou baralhado, confuso, não sei o que fazer... são 8:20 de sexta-feira, ainda não dormi... vou para a cama

sinto-me:
publicado por Passinhas às 08:20

Quinta-feira, 04 de Setembro, 2008

A dias assim ….

 

Não dormi a pensar em ti, mais uma vez, já perdi a conta das noites sem dormir, a tua ausência está a matar-me lentamente, uma morte lenta e dolorosa, não consigo encarar a realidade. Não consigo entender como fugiste de mim, como escapaste entre os meus dedos, tenho culpa ... muita culpa, não te dei o que merecias e agora estou a sofrer as consequências.

Não consigo perceber.. apetece-me  fugir para longe, desaparecer, morrer, fazer qualquer coisa só para não pensar em ti... Não consigo viver assim,  ainda me lembro das palavras que escreveste em Março ....

- “Eu também te amo muito.
Sinto muito a tua falta, mas quero que saibas que estarei sempre a tua espera.
Um dia ainda vamos poder estar juntos e viver felizes.”

 

Quando vai ser esse dia? O que se passou nos últimos 3 meses? Isso não consigo entender, sempre fizemos os nossos planos em conjunto, sempre tomamos as nossas decisões em conjunto, um amor não morre assim de um dia para o outro e mais uma vez lembro as tuas palavras :

 

Um certo dia, conheci-te!! Jurei a mim mesma, em surdina, que nem pintado de ouro me levarias ao altar! Mas levaste, apenas 11 meses depois.

Aí começou uma nova Era. Comecei a ser estimada, mimada, amada, embora ás vezes não seja compreendida. Mas como  diz o Jorge Palma, " sei que não sei ás vezes entender o teu olhar..." mas queres-me bem!! Eu sei! Também eu ás vezes não te sei entender, mas quero que sejas feliz. Não sabemos viver um sem o outro. Não temos vida social nem amigos, porque o pouco tempo que passamos juntos é sempre pouco! Queremos sempre mais! Não nos queremos dividir nem dar a mais ninguém. Deixamos muitas vezes de fazer o que gostamos apenas porque o outro não gosta. Apenas porque somos um só. Um ser uno, indivisivel.

Mas como é isso possível a tamanha distancia? Só encontro uma resposta:

Com AMOR, muito, muito AMOR!”

 

Para onde foi esse amor.... é isso que me está a matar... a matar lentamente..

 

 

Preciso de ti....

 

sinto-me: com vontade de morrer...
publicado por Passinhas às 11:08

Quarta-feira, 03 de Setembro, 2008

Eu queria não sentir essa saudade
Que me faz perder o sono e querer mais, mais, mais
Eu queria segurança e liberdade
Mas agora só contigo eu fico em paz, paz, paz...
É a mente que anuncia quando o coração nos trai
Abre as asas, alça vôo, voa, vai, vai, vai...
Minha alma se liberta cada vez que eu penso em ti
Vai no fundo da saudade e me traz, traz, traz
esses olhos que eu não esqueço nunca mais

Penso em ti
Se eu for lembrar de mim eu vou pensar em ti
Penso em ti
a cada pôr do sol que eu vivo sem poder te ver
Penso em ti
é só deitar na cama e a chama clama-te
Penso em ti
até querendo te esquecer

Eu queria não sentir essa saudade
Que me faz perder o sono e te querer mais,mais,mais
Eu queria segurança e liberdade
Mas agora só contigo eu fico em paz, paz,paz
É a mente q anuncia quando o coração nos trai
Abre as asas,alça vôo, voa, vai, vai, vai
Minha alma se liberta cada vez que eu penso em ti
Vai no fundo da saudade e me traz, traz, traz
esses olhos que eu não esqueço nunca mais

Penso em ti
no dia a dia, no meio da rua eu penso em ti
Penso em ti
na correria de Copacabana, mesmo ali
Penso em ti
passando pela tua esquina eu penso em ti
Penso em ti
andando pela praia as ondas vão bater em mim

Penso em ti
é só pegar o violão e eu penso em ti
Penso em ti
e quando você dorme
Penso em ti
Se eu for lembrar de mim eu vou pensar em ti
Penso em ti
a cada pôr do sol que eu vivo sem poder te ver

 

(Jorge Vercilo)

música: Penso em ti
sinto-me: Penso em ti
publicado por Passinhas às 11:30

Terça-feira, 02 de Setembro, 2008

Sonho, a gente só se dá conta dele depois que acorda,
depois que ele acabou...
E fica aquela vontade na gente de sonhar mais um pouquinho.
Existem pessoas que são um sonho.
Um sonho pelo qual a gente dormiria a vida inteira.
Mas o destino vem e nos acorda violentamente...
E nos leva aquele sonho tão bom...

Existem pessoas que são estrelas.
Doces, luzes que enfeitam e iluminam as noites escuras de nossas vidas.
Mas vem o amanhecer e nos rouba com toda a sua claridade aquela estrela tão linda.

Existem pessoas que são flores.
Belezas discretas que alegram o nosso caminho.
Mas com o tempo, as flores murcham,
e nos enchem de saudade de sua cor e de seu perfume.

Existem, finalmente, as pessoas que são simplesmente amor.
Um amor doce como o mel de uma flor...
que desabrochou numa estrela e que veio até nós num lindo sonho!
E ainda bem que são amor, porque flores, estrelas ou sonhos, mais cedo ou mais tarde, terminam... mas o amor...

"O AMOR NÃO TERMINA NUNCA..."

sinto-me: Com saudades de ti ...
publicado por Passinhas às 11:28

mais sobre mim
Setembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

5

12
13

16
19

21
23
26
27

30


pesquisar
 

blogs SAPO


Universidade de Aveiro

subscrever feeds